08 outubro, 2013

Um protesto ao abandono

Postado por Camila Rafaela Felippi às 10/08/2013 03:32:00 PM
Era um típico domingo à tarde quando sai com a família do meu namorado para almoçarmos fora, no restaurante Mariota, o mais famoso da cidade. E é famoso porque as pessoas que vivem em cidades grandes procuram lugares mais calmos (e a Mariota é, literalmente, "no meio do mato", restaurante típico de comida italiana, ruas calmas com o contato próximo da natureza, com árvores e um riacho). Não é nada demais para quem já vive aqui, "no meio do mato", como eu. Mas a comida é realmente muito boa e vale muito a pena ir lá! Porém, voltando para casa tive um dos meus maiores sustos: dois pequenos cachorros no meio da estrada. No mesmo momento sai do carro, sendo que meu sogro mal tinha parado o veículo. Perdi minha sapatilha e ao olhar mais para frente vi um caminhão pipa se aproximando. Pensei que fosse impressão minha
(mas claro que não foi): o homem que dirigia o caminhão acelerou ao invés de frear. Não pensei duas vezes e fiquei a frente dos filhotes e mandei o homem parar. Ele parou, claro, caso contrário iria me atropelar e teria sérios problemas com a polícia. Ainda com as pernas bambas, peguei os dois filhotes que nem faziam ideia que naquele momento poderiam ter virado panquecas. Meu namorado e o irmão dele saíram do carro também assustados e fomos conversar com os moradores próximos dali. A maioria das poucas casas estava vazia e em um delas havia mais um filhote. Depois de alguns minutos entramos em contato com um senhor que nos contou que as pessoas das casas vazias estavam viajando e que ninguém por ali tinha filhotes pequenos. Contou também que é comum o abandono de animais no bairro, principalmente nos domingos quando tem muita gente na Mariota. Levei os cachorros para casa, dei banho, comida e um cobertor. Eles estão bem, mas poderiam não estar. Mortos, talvez, ou passando frio, fome. O que não entendo é como um ser humano, que tem a mesma capacidade de pensar que eu, abandona animais. Abandona até os próprios filhos em latas de lixo.

Como uma criança, ou um filhotinho de cachorro vai se defender nesse mundo tão perigoso que é o nosso? Existem orfanatos para bebês, agropecuárias, ONGs e clínicas veterinárias para animais.
Para que abandoná-los? Não entendo e jamais entenderei, por qualquer motivo que exista, abandono não se justifica e não tem perdão!

2 comentários:

Filha do Rei on 10/09/2013 11:55 PM disse...

Oi,Camila.Amei o teu cantinho e que o abandono não se torne normal em nossas vidas.Bjsss

Aniinha Gonzalez on 10/14/2013 7:09 AM disse...

Que crueldade! Parabéns pela sua iniciativa ;)

Postar um comentário

.

.